Eliana Pittman

29 de setembro • dom.

eliana

“A exuberante Eliana Pittman herdou o sobrenome do clarinetista e saxofonista Booker Pittman, seu padrasto, com quem formou uma dupla de sucesso nos anos 60, frente a um repertório de MPB, bossa nova e jazz. A partir de 1967, partiu para a carreira solo, que se solidificou nos anos 70 quando foi a grande estrela na RCA Victor, gravando um expressivo repertório de sambas e carimbós da melhor qualidade”. (Rodrigo Faour, jornalista e crítico musical)

Cantora e atriz carioca, Eliana Pittman iniciou a carreira em 1961 ao lado de seu padrasto. Mas não demorou muito para seguir carreira solo, realizando turnês nacionais e no exterior. Na década de 1970, emplacou vários sucessos, entre eles Mistura de carimbó, quando recebeu o título de “Rainha do Carimbó”. Ao longo de sua carreira, gravou quinze discos, muitos deles lançados em diversos países, e ganhou variados prêmios.

DISCOGRAFIA

Eliana e Booker Pittman (1962), Eliana e Booker Pittman News From Brasil, Bossa Nova (1963), Eliana Ao vivo (1965), É Preciso Cantar(1966), Eliana Positivamente (1968), É Lua Nova(1969), Eliana Pittman(1972), Tô Chegando Já Cheguei (1974), Carimbó (1974), Mistura de Carimbó (1975), Pra Sempre (1976), Quem Vai Querer (1977), Minha Melhor Melodia (1978), Eliana Pittman (1979), Eliana Pittman (1981), Sentimento de Brasil (1992), Minhas Novas Influências (2009)